15 de dezembro de 2017

Carina e Luciano - Casamento Romântico










4 de julho de 2017

Microfone Sem Fio por Michael Oliveira

27 de junho de 2017

Silvia e João Paulo


Silvia e João Paulo em cerimônia totalmente abençoada. Foi difícil escolher as fotos do casal com tanto deslumbre.O casamento realmente é uma bênção do céu. 



15 de maio de 2017

Ensaio Gestante Externo

Fazer um book gestante é um momento de muito amor e carinho entre o casal, iremos passear em um parque, praia ou onde o casal escolher para registar esse momento único.



3 de janeiro de 2017

Entrevista com a cerimonialista Cássia Pires

Nessa matéria, entrevistamos a cerimonialista, Cássia Pires que falou sobre:



Como organizar e assessorar o seu casamento casamento e outras dicas.

A assessoria tem papel fundamental na organização dos eventos, pois ela planeja, organiza e coordena todos os detalhes para que, dessa forma, os anfitriões fiquem tranquilos e o dia de sua festa seja inesquecível. O contratante, continue lendo....

19 de dezembro de 2016

Auto de Natal na Santos Andrade

Com uma história que mostra o lado criança do menino Jesus, acontece entre os dias 19 e 22 de dezembro, sempre às 20h, a 11ª edição do Natal de Curitiba na Praça Santos Andrade. Diferente dos Autos de Natal tradicionais, que geralmente focam apenas o nascimento de Cristo, “JESUS MENINO”, escrito e dirigido por João Luiz Fiani, contará um pouco da infância de Jesus, sua vida de criança comum, amigos de infância e primeiros milagres. “Este é mais um ano que temos o orgulho de levar aos curitibanos a mensagem positiva e bela do Natal. O grande diferencial deste ano é que vamos utilizar o prédio histórico da UFPR como parte do cenário, o que deixará tudo ainda mais bonito. Será um Auto de Natal épico com muita magia, música, dança e teatro. Todos vão se encantar”, conta Aldo Malucelli, diretor da CANAL/mkt, empresa produtora do evento há onze anos. Em um grande palco, em frente à sede histórica da Universidade Federal do Paraná, o elenco da companhia Peripécia Teatro irá contar a história da infância do menino Jesus, passando também pela anunciação do Anjo de Deus, a visitação dos Três Reis Magos e a perseguição de Herodes às crianças judias. “A fonte de pesquisa para contar essa magnífica história, foram obviamente os evangelhos, mas não apenas os tradicionais. Estudei a fundo o conhecido Evangelho da Infância de Jesus, de São Tomé Israelita, que conta passagens belíssimas e nos mostra um menino Jesus humano, que tinha coleguinhas, que brincava, que ia à escola, enfim, um humano como nós”, conta João Luiz Fiani, autor e diretor do espetáculo. Além do texto de Fiani, seis canções especialmente compostas pelo diretor musical Marcyo Luz complementam a narrativa da história. As apresentações são gratuitas. O evento é realizado pelo CANAL/mkt, Provopar Estadual, Ministério da Cultura – Governo Federal: Ordem e Progresso por meio da Lei Rouanet do Ministério da Cultura. O patrocínio é dos Supermercados Condor, Compagás, Fomento Paraná e Consórcio Servopa com apoio do Instituto Municipal de Turismo, Provopar Estadual, Hélcio Kronberg, Potencial Petróleo e da Universidade Federal do Paraná. Promoção das rádios Ouro Verde FM, Caiobá FM e Difusora FM. NATAL DE CURITIBA NA PRAÇA SANTOS ANDRADE Datas: 19, 20, 21 e 22 de dezembro. Horário: 20h. Local: Praça Santos Andrade – em frente ao Prédio Histórico da UFPR Entrada gratuita

12 de janeiro de 2016

DELICIAS MADURAS



Delícias maduras
Maturidade acalma. Traz sossego. Nos livra de melindres. Gente madura olha nos olhos. Não faz chantagem emocional nem sufoca com suas carências. Gente madura compreende, não cria caso, não age pra atingir nem faz uso de indiretas. Aliás ser maduro é ser direto, objetivo. É respeitar a opinião alheia pois quer que a sua também seja respeitada. É aprender com os erros, ao invés de paralisar com eles.
É ouvir mais do que fala e escutar com atenção, pois é assim que procede o aprendizado. Gente madura ri de si mesma pois sabe que o sorriso é a chave para muitas portas que a vida nos apresenta. Sabe que o bom humor é chique, que gente feliz brilha, sem precisar de Sol. E sabe também que alegria de verdade não se forja, se exercita com as próprias dificuldades da vida.
Gente madura sabe o que é ser feliz. Anda devagar, por que já teve pressa e percebeu que ela não é só inimiga da perfeição. Gente madura sabe que a pressa faz passar despercebido o que realmente nos ilumina o coração.

Erick Tozzo

11 de dezembro de 2015

Sophia 17 dias


Kélvin X Flávia

28 de outubro de 2015

MAUS TRATOS EM CASAMENTOS

Texto reblogado na integra do portal R7
Deborah Bresser, Do R7

Fotógrafos e cinegrafistas denunciam 'maus-tratos' em casamentos de luxo

Comida diferente e sem mesa para sentar: rotina de quem trabalha em casamentos.

"Profissional bom é que o não demonstra suas necessidades no casamento. Não come, não vai ao banheiro, não precisa sentar." A definição pode soar como piada para muita gente, mas não para fotógrafos e cinegrafistas que prestam serviços em casamentos luxuosos.

Ouvida da boca de uma cerimonialista, a frase resume o desejo de quem organiza festas e sonha com o dia em que robôs poderão substituir os humanos. Afinal, ninguém que esteja trabalhando por dez horas, pelo menos, consegue ficar sem ir ao banheiro, sem sentar ou sem comer. 

O tipo de tratamento dispensado a profissionais da área veio à tona com um texto publicado pelo pessoal da Brigadeiro Filmes, e a repercussão nas redes sociais foi imediata. Nínive Macedo, que toca a empresa em parceria com Fernando Delfini., foi quem fez o desabafo, motivado, na verdade, por terem sido muito bem tratados em uma festa, o que causou estranheza. 

— Foi meio assustador, recebemos muitas mensagens, muitos comentários. A gente fez um desabafo, o pessoal brincou que foi o manifesto dos fotógrafos com fome, mas, pelas histórias, a gente percebe que é com todo mundo, faxineiros, garçons, cantores... Escrevi, na verdade, por causa de uma noiva que nos tratou muito bem, o que não é comum.

As histórias são muitas. Da cantora contratada para um show no casamento que foi obrigada a lavar o próprio prato até quentinhas de boteco oferecidas aos profissionais. Veja alguns depoimentos dados por amigos da cinegrafista.

— Se for se servir no bufê, seja discreto, para que os convidados não fiquem constrangidos.

 — Infelizmente, não tem cadeira, mas vocês podem sentar ali no chão.

— Você é vegetariano? Come uma saladinha.

— Come ali que tá mais escurinho, porque fica chato os convidados verem que vocês estão comendo no prato descartável.

— O nosso bufê é muito caro. Por isso, trouxemos uma marmitinha pra vocês (com um PF de um bar próximo ao local do casamento)

— Os noivos não contrataram alimentação pra vocês. Mas vocês podem pedir uma pizza.

—  Fui impedida de comer um sushi porque a comida do 'serviço' era outra; tivemos uma mesa no subsolo separada para nós... Não sei como fotógrafos de casamento têm estômago para continuar trabalhando assim...

Em cidades menores, a relação é diferente. Mas Nínive conta que, em São Paulo, os "maus-tratos" a quem está trabalhando nas festas é comum.

—  A gente já comeu no estacionamento, debaixo da escada. Às vezes permitem que a gente pegue no bufê, mas pedem pra gente se camuflar. Não entramos na fila com os equipamentos, para os convidados não perceberem.

A estratégia nem sempre dá certo. Já aconteceu de a moça do bufê colocar um ravióli no prato do fotógrafo ao perceber que ele estava em serviço. As justificativas variam. Às vezes, a decisão de não alimentar quem está trabalhando parte dos noivos por questões de orçamento. Tem bufê que cobra o valor integral mesmo do staff, o que deixa a conta mais salgada. Outros pedem 50% do valor.

Curiosamente, a prática é mais comum em casamentos de luxo, desses que custam R$ 500 mil, R$ 600 mil. O valor dos serviços de foto e vídeo não chegam a 5%, 6% do investimento e, ainda assim, tem gente que se recusa a pagar para o staff se alimentar. Há, claro, noivas que agem diferente. A que motivou o texto de Nínive era uma delas.

A moça dispensou a cerimonialista, exatamente por ela dizer que não havia necessidade de reservar uma mesa para os fotógrafos e cinegrafistas. A organizadora teria dito que isso era “totalmente desnecessário, que fotógrafos e cinegrafistas podem comer ali embaixo da escada. Eles não se incomodam.”  Os noivos, segundo o relato de Nínive, ainda se preocuparam em saber se eles haviam comido bem no casamento. No fim, foram tão bem tratados que ficaram espantados.

Fotógrafos ficam, em média, dez horas à disposição dos noivosGetty Images

As cerimonialistas ouvidas pelo R7 garantem que esta não é uma postura que faz parte da cultura do casamento. Fernanda Foja, da Uno Due Assessoria, empresa especializada em assessoria, planejamento e organização de eventos sociais, diz que 99,9% de seus clientes são noivos e que faz questão de falar com todos eles sobre a alimentação do staff.

— Sempre alimentamos todo o staff e fazemos questão deles sentarem para comer. Esse é um dos itens que discutimos na reunião final com o bufê, inclusive.

Colocar a orientação em contrato é recomendável. Eliana Moreira, assessora cerimonial do Emporium das noivas, explica que sempre tem o cuidado de deixar uma mesa para os profissionais que irão trabalhar no evento, porém os convidados são a prioridade do bufê na distribuição de mesas.

— Alguns montam uma mesa em outro lugar, para não misturar com os convidados, mas fica num impasse. Apenas quando sobram lugares, conseguimos deixar essa mesa reservada. Se houver a possibilidade de manter profissionais e convidados no mesmo salão, não vejo problema algum nisso, pois leva em torno de 20 minutos para os profissionais contratados se alimentarem e descansarem. Aos casais que fecham comigo, busco esclarecer sobre a disponibilidade do bufê em oferecer essa mesa reservada aos contratados. 

Bruna Gaspar, da Detalhes Assessoria em Eventos, acredita que quem é bem cuidado tem um rendimento melhor. Segundo ela, quando a Detalhes é contratada, a empresa passa para os contratantes essa ideia de trabalho, e, se mesmo assim não for a visão deles, a empresa conversa com o bufê e os profissionais envolvidos sobre a questão da alimentação, pedindo para que eles trabalhem de forma rotativa, ou seja, que tenham um tempo de descanso um de cada vez

— Dessa forma, é possível atender a todos os convidados, sem sobrecarregar a equipe. Tentamos mostrar que humildade e caráter andam de mãos dadas.

9 de outubro de 2015

Lightroom Ordenando fotos de várias cameras

Dica retirada na integra do Blog Evandro Rocha
Achei essa dica muito legal, e estou reblogando

Como ordenar fotos no Lightroom com várias cameras.

Como Fazer Chroma Key #4 - 1º Plano em Casa - Tutorial Foco Filmes

Como Fazer Chroma Key #3 - Corpo Inteiro Estúdio - Tutorial Foco Filmes

Como Fazer Chroma Key #2 - Primeiro Plano Estúdio - Tutorial Foco Filmes

Como Fazer Chroma Key #1 - Introdução - Tutorial Foco Filmes

Fernanda - 15 anos

Luiz e Camila

Luiz e Camila

Kaio + Jaque

15 Anos Luize Helena

11 de agosto de 2015

Reflexão e Humanização no Atendimento ao Cidadão

Parabéns aos formandos do curso
Reflexão e Humanização no Atendimento ao Cidadão
Professor:Marcos Benatti
Data:03 a 07/08/2015
Local:SESC Centro - Curitiba PR.

Mais fotos
AQUI




26 de junho de 2015

Mas afinal, quanto eu cobro?

TEXTO COMPARTILHADO NA INTEGRA DO SEGUINTE BLOG Blog Wedding
Descubra se você está cobrando o que é certo pelo seu trabalho e mantendo sua empresa sustentável 



Apesar de ser um assunto muito comentado, você já sabe quanto cobrar pelo seu trabalho? Devo cobrar barato? Devo cobrar caro? Devo basear meu preço no preço dos concorrentes da minha região? Minha proposta é que você não faça nada disso. Crie seu preço à partir da sua realidade e do que você espera como profissional. Vou falar de forma bem resumida e citar apenas os pontos mais importantes, já que fazer um cálculo detalhado pode dar um trabalho que não caberia aqui no artigo.
Eu separei as áreas em “custos fixos”, “custos variáveis” e “depreciação”. Os álbuns eu trato à parte, já que tenho o valor do meu trabalho e do álbum no meu orçamento. Então vamos entender um pouco:

Custos Fixos

São aqueles que chegarão todos os meses, independente se você fizer um trabalho ou não. Por exemplo: o aluguel da sua sala ou do seu estúdio, a limpeza do local, o aluguel dos softwares que você usa, o pagamento da hospedagem do seu site, o salário dos funcionários da sua empresa, mesmo que sua empresa seja só você, você tem que receber um salário e não receber todo o dinheiro que a empresa ganha. Vocês devem ter outras contas a adicionar, como energia, internet, etc. Mesmo trabalhando em casa, esses valores devem ser levados em consideração na hora de montar o seu preço.

Custos Variáveis

São aqueles que acontecem de acordo com as vendas e os trabalhos que você executa. Ou seja, se você não fechar nenhum trabalho no mês, não terá esses custos. Se fechar 4 trabalhos, terá ele 4 vezes. Um exemplo bem simples é o segundo fotógrafo. Você só contrata ele quando tem um casamento para fazer e logo tem que desembolsar a taxa que ele cobra. Valores como assistentes, utilização de carro ou táxi, pilhas (se não forem recarregáveis), o DVD que você entregará com as fotos devem ser colocados nessa conta.

Depreciação

A depreciação é a perda de valor de um bem, seja por desgaste ou por se tornar obsoleto. Quanto mais você usa uma câmera, mais ela perde valor já que os componentes mecânicos dela vão se desgastando. Um computador, por exemplo, seja ele usado com mais ou menos intensidade, perde valor porque vai ficando obsoleto devido ao avanço tecnológico. Confesso que nessa conta, eu não faço como deveria, mas utilizo ela para criar uma caixa para substituir equipamentos, fazer manutenções e adquirir equipamento novos. Se você não tiver essa conta, quando precisar de alguma coisa, vai ter que mexer no seu salário e eu tenho certeza que você não quer isso. Além disso, com o dinheiro no bolso, conseguimos descontos na hora da compra à vista.

Na prática:

Vamos fazer aqui uma sugestão dos valores. Esses valores não são reais, então os substitua pelos seus valores:
Fixos
Tipo
Valor
Aluguel
 R$ 775,00
Limpeza
 R$ 90,00
Extras
 R$ 30,00
Salário
 R$ 2.000,00
Softwares
 R$ 25,00
Site
 R$ 30,00
Energia
 R$ 50,00
Total
 R$ 3.000,00
Então já sabemos que teremos um custo mensal de R$ 3.000,00. Logo, é o mínimo que temos que faturar no mês.
Variáveis
Tipo
Valor
Segundo fotógrafo
 R$ 450,00
Assistente
 R$ 100,00
Carro
 R$ 50,00
DVD
 R$ 100,00
Total
 R$ 700,00
Agora sabemos que em todo casamento temos que adicionar um custo de R$ 700,00. É importantíssimo lembrar de todos os custos.
Depreciação
Tipo
Custo
Meses
Depreciação
Câmeras
 R$ 4.800,00
24
 R$ 200,00
Lentes
 R$ 6.000,00
60
 R$ 100,00
Computador
 R$ 3.600,00
24
 R$ 150,00
Softwares
 R$ 960,00
24
 R$ 40,00
Flash
 R$ 1.440,00
24
 R$ 60,00
Cartao sd
 R$ 480,00
24
 R$ 20,00
Total
  
 R$ 570,00
Aqui na depreciação, dividimos o custo do equipamento pela quantidade de meses que ele deve durar. Assim fazemos uma reserva de R$ 570,00 todo mês. No final do ano teremos quase R$ 7.000,00.

Definindo o preço

Antes de definir o preço do serviço, temos que fazer uma projeção de quantos casamentos faremos por mês. Para esse caso, vou definir que serão 3 eventos por mês. Conheço profissionais que fazem mais e outros que fazem menos eventos. Então adequem à sua realidade. Some todos os eventos do ano e divida por 12.
Agora podemos contabilizar custos fixos (3000,00) + depreciação (570,00) e dividir pelo número de eventos = R$ 3.570,00 / 3 = R$ 1.190,00.
Agora somamos o valor dos custos variáveis: R$ 700,00 + R$ 1.190,00 = R$ 1.890,00.
Com esse valor você trabalharia sem margem de lucro, o que é inaceitável comercialmente e ainda há a cultura da negociação e do desconto. Por isso devemos adicionar uma margem de lucro para que a empresa tenha o caixa dela e possa se bancar, por exemplo, para comprar mesa, cadeiras, fazer mostruário de álbuns, etc.
Vou colocar uma margem de 40%, pode parecer muito para alguns, mas ainda é pouco. E chegaremos ao valor “arredondado” de R$ 2.650,00. Então chegamos ao valor final que deveríamos cobrar.
Como falei no começo, essa é uma visão simplificada. Não adicionei alguns complicadores como marketing e impostos. Mas para quem ainda não sabe definir o seu preço, já é um bom começo. Espero que tenha ajudado você a saber se está cobrando o que é certo pelo seu trabalho e manter a sua empresa sustentável.

23 de junho de 2015

Priscila - 15 Anos

Box DVD Personalizado


Box DVD personalizado .Amanhã entregar para a cliente!
Posted by DESTAQUE VÍDEO e FOTO on Terça, 23 de junho de 2015

6 de maio de 2015

Empresa de GPS, TomTom entra no mercado de câmeras de ação com a linha Bandit

A empresa holandesa especializada em sistemas de navegação por GPS TomTom entrou oficialmente para o ramo das câmeras de ação. Chamada de TomTom Bandit, a máquina promete inovar o modo de fotografar e filmar cenas de aventura.
O aparelho, de design compacto e moderno, apresenta várias novidades, principalmente nas funções de edição de vídeo e de compartilhamento. Por meio de um aplicativo, por exemplo, é possível conectar a câmera a smartphones que usem sistemas Android ou IOS. Esse recurso permite que o usuário não precise passar as gravações e imagens primeiro a um computador, para depois editar ou compartilhar com amigos.
Esse app também funciona como um editor de vídeos, onde as partes mais "radicais" de uma gravação são marcadas, graças a um conjunto de sensores, e organizadas em blocos. Para fazer a edição, basta chacoalhar o celular e o dispositivo ordena aleatoriamente as cenas. Além disso, ainda é possível adicionar seus próprios momentos preferidos, músicas e efeitos. Depois de feita a edição, o usuário pode, por meio do mesmo aplicativo, compartilhar o conteúdo da Bandit em qualquer rede social.
A câmara, que deve chegar ao mercado no mês de maio, também conta com um conector USB em seu interior, não precisando de cabos para ser ligada a computadores, e um GPS, especialidade da empresa.